23/04/2017

Não volta mais não.



''Não volta mais não'' - é tudo o que eu tenho pra te murmurar, chegou o momento de seguir em frente, de olhar pra longe e sonhar alto, de ter alegria acentuada, de virar a página com pressa, de engolir o choro rude e cru, de vestir o sorriso mais elegante e dar o fora. O coração tá doído, a mente tá embaraçada e a saudade? Ora, essa eu despejei no lixo aqui de casa. É hora do término, antes mesmo de começar. Não volta mais não, pois a bagunça já está formada e o coração encontra-se em mil pedaços. Eu gosto de você, cara, mas gosto muito mais de mim, gosto muito mais de tudo que é preenchido com sentimentos coloridos, não curto o nosso preto e branco falhado, borrado, manchado. Eu gosto de você, cara, mas minha mente gritante diz que sou merecedora de mais. Eu gosto de você, cara, mas ultimamente eu tenho sido fria com esses teus depósitos de afeto sujo. Eu gosto de você, cara, mas o meu erro foi tapar os teus defeitos como quem fecha os olhos e se recusa a enxergar. Você foi um erro, um erro que eu não pretendo entulhar por aqui e nem esconder debaixo do tapete como fiz antes. Não era amor, mas por um tempo eu queria que fosse. Eu quis eu, e quis você no plural, mas não dar. Não quero continuar me destruindo por dentro cada vez mais, a  minha mala tá pronta e já não quero mais ter que me envolver nesse barco de sentimentos podres e vomitados que só eu deposito amor , enquanto você só deixa os teus restos quebrados e fissurados. Não quero ser mais um ''contatinho'' que você só procura quando sente a chamada carência. Eu cansei de tudo que atrasa, de tudo que estressa e arranca pedaços de mim. Adeus, é tudo o que eu tenho pra pronunciar. Vou sentir falta do nosso beijo não dado, do nosso abraço que não senti, da nossa conversa não continuada, do nosso amor que nunca existiu, Vou sentir falta dos teus elogios, da tua voz e até mesmo dessa tua barba impecável. Vou sentir sua falta, depois menos, e depois nada. Vou sentir a dor alfinetar, mas depois passará. Você não era o homem dos meus sonhos, você não era a perfeição que eu quis pra mim. Você não era o cara foda que todas sonham em ter um dia. Você só era mais um que passou pela minha vida pra mostrar que nunca seríamos nada. Você não era o ideal pra mim e isso me desmanchou. Você era aquela pessoa que eu fantasiei certinho na minha cabeça, mas que era totalmente ao contrário na vida real. Você foi só mais um cara que eu entreguei os sentimentos numa bandeja e quebrei a cara. Você é só mais um  que não veio para somar, só para me diminuir. Não volta mais não, antes um coração decidido, do que tomado de bolhas de acidez. Não volta mais não, pois hoje eu tenho a certeza do que eu quero, e não inclui você e nem a nossa história ensaiada. Não volta mais não, porque eu não quero só sexo e palavras bonitinhas que qualquer um pode me dizer, eu quero sentir a emoção de amar e ser amada. Eu quero poder sentir o sentimento bater mais alto no meu peito. Eu quero sentir tudo que há de bom nessa vida, por isso, não volta mais não, eu prefiro a dor do vazio do que ter o coração repleto de ilusões.''

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários

  1. Belo texto, certamente expressou teu interior. Boa sorte como escritora/blogueira
    www.coisasjudaicas.com

    ResponderExcluir



Image Map