04/09/2016

Uma carta de despedida.

















Esta não é uma carta sobre a minha ausência por essas semanas, muito menos sobra a tua. Também não é uma carta te convencendo de que eu sou a mulher da tua vida e que você não será mais feliz com outro alguém. E nem é uma carta pra falar do quanto você me magoou e que possivelmente sentirá remorso. Talvez cê nem leia isto, e não importa. Eu não o escrevi com este intuito. É que não dar mais para eu continuar indo atrás, insistindo, mandando torpedos, tentando acertar os pontos que ainda estão soltos, tentando fazer com que você mude de decisão e venha correndo arrependido com esse teu sorriso que me desmorona em segundos. Não dar para resolver o caos sozinha. Não dar para arrumar essa bagunça da noite pro dia se eu ainda for dependente do teu socorro. É que tentei fazer a minha parte, moreno. Agora não depende de mim, mas estou serena, porque sei que ser for amor, ele vai reviver algum dia.

Esta é uma carta de despedida. Não é uma carta comum como às outras. É algo para ser escrito como desabafo, depois amassado e jogado no lixo. Não foi simples tomar rumo para resolver partir. Mas precisei agir de imediato. Não foi inteligível e nem está sendo. Não estou vivendo o melhor dia, muito menos a melhor fase da vida. Admito que ainda está doído. Ainda acordo com um vazio tremendo dentro de mim. E passo os dias tentando não me lembrar de que algum dia existiu a gente. Parece um soco no estômago que ainda não digeri. Ainda olho nossas fotos e me pergunto como é que tudo acabou, e a minha ficha ainda assim se recusa a cair. Eu entendi os teus motivos, moreno. Eu não te culpo, mas também não me culpo. Nunca estive à procura de um culpado, mas sim de uma solução. Admito que me assustei um bocado com o teu comportamento um pouco áspero naquele dia em que pedi pra cê dar uma segunda chance pra gente. E você não deu. Tive que me manter em equilíbrio pra aceitar a tua resposta seca e fria. Então decidi que eu iria seguir à diante e abolir você de mim. Até porque; amor não é sinônimo de sofrer. 

Agora estou realmente indo embora, moreno. Indo cada vez mais longe do teu caminhar. Indo ficar no meu cantinho e não buscar mais memórias de nós. Esta é uma carta de despedida. Uma carta para ficar no pretérito. Uma carta que pode ser lida e esquecida, não sei. Uma carta que faço questão de traçar linha por linha, porém, não quero nunca mais reler, nem lembrar, nem pensar. Esta é uma carta para desengasgar o luto que ficou. A dor que feriu. Esta é uma carta para eu dizer adeus. Não um adeus de ''até logo'', mas sim um adeus de ''eu não espero mais nada de você'', nem da gente. Tô deixando pra trás, pra amanhã, pra depois de amanhã, pra cá ou pra lá, pois sei que; quando é amor, o errado torna-se certo, o impossível torna-se possível, o medo torna-se coragem. Quando é amor, não há desculpas, pretextos e obstáculos. Quando é amor até o ponto final vira reticência. 

comentário(s) pelo facebook:

10 comentários

  1. Que lindo e triste... Quem escreveu? Se foi você parabéns!

    Gostei muito das duas últimas frases :)

    Beijos <3 Tanamoda /Layouts para Blogger /Rede Natura

    ResponderExcluir
  2. Oláá!!
    Conhecendo o blog aqui :)
    Nossa, que texto lindo!! Triste né, mas bem bonito. É sempre bom escrever e desabafar, acho que nos deixa mais forte.
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Beatriz, boa noite!
    Adorei o blog e o seu texto! Confesso que não sou muito de ler, mas tenho que começar e não sei nem como fazer para pegar o gosto, pois estou fazendo jornalismo.
    Já seguindo aqui e espero que quando der vá conhecer o meu espaço também.
    Tudo de bom pra você. Sucesso!
    Beijos,
    Vânia
    http://revheimdicas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, boa noite. Obrigada <3
      Começa lendo algo que você goste.
      Vou passar no teu blog, beijos.

      Excluir
  4. Achei que estivesse se despedindo do blog kkk adorei o texto
    cacheandocommirellydarlen.com

    ResponderExcluir
  5. Eu amei essa carta, coisa que eu deveria ter feito a algum tempo com meus sentimentos desengasgar o luto que ficou....
    Muito sentimento ali.
    BJBJ
    SCC Blogueiros
    ♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | XOXO Amantes de Jane Austen no FB XOXO

    ResponderExcluir



Image Map