02/02/2015

Saudades.

Foto: Google Imagens.


















Já faz tempo que você se foi, mas eu ainda me lembro de nós. Das nossas trocas de olhares pela escola, das nossas milhares de mensagens trocadas durante o dia, da sua voz calma no telefone, dos seus áudios bobos (que eu amava), de você bravo quando sentia ciúmes, das nossas risadas e planos. Planos que já não existem mais, que foram jogados pela janela. E ali permaneceu, pelo chão, amassado e fracassado, tudo que algum dia nós planejamos e construímos juntos. Tudo começou com uma simples conversa pela internet, uma conversa tímida, mas encantadora. Fomos nos conhecendo aos poucos, nada de pressa. Foi preciso tempo para pegarmos confiança um com o outro. Nos aproximamos bastantes, já não conseguíamos ficar horas sem conversar. Tivemos nosso primeiro beijo sobre o céu estrelado, tudo lindo, tudo perfeito. Nos encontramos outras vezes, até o dia em que você simplesmente enjoou de mim e quis ir embora. Você foi, mas não levou a bendita da saudade junto contigo, então ela ficou no meu quarto para me abraçar. Saudades de quando você se importava comigo, de quando eu era importante pra você, de quando eu era a sua companhia favorita. Saudades de quando você sentia saudades de mim.  

Não sei ao certo se você ainda se recorda de mim ou se pelo menos se lembra do meu nome. Na verdade, eu não sei o que realmente aconteceu com a gente, o motivo do nosso distanciamento, o motivo de tudo acabar. Eu já fui a sua felicidade. Você sorria ao ouvir o meu nome, lembra? Eu era intensamente feliz por ter você ao meu lado, mesmo que caminhássemos em passos lentos, o meu desejo nunca foi te deixar. Mas quebramos promessas, prometemos nunca desistir fácil um do outro, e foi o que aconteceu. Imaginamos passar as férias de verão juntos e nada, nada disso foi real. Quando eu me sentia sozinha, eu te procurava, porque sabia que tinha com quem contar. Mas e agora? O quê eu faço? Sem ter você para me consolar. Brigávamos, mas no final da tarde estávamos grudados um no outro. Você era (pelo menos para mim) o garoto mais incrível que eu já havia conhecido, alguém que sempre escutava os meus desabafos, ouvia as minhas longas histórias tristes, mas sempre tentava me alegrar. Garoto, olhar para você e não poder ter dar um abraço (o seu era o meu porto seguro), é muito difícil. Lembrar que tudo ficou trancado no passado, e que nada vai voltar como antes, me machuca, agonia e fere. Sorri já não tem mais graça, porque sem você, a solidão tomou conta de mim.

Lembranças, foi tudo que restou. Tudo que não se foi junto com a sua ida. Talvez algum dia a gente se reencontre, na praia, cinema, rua ou na escola - onde tudo começou. Talvez algum dia podemos consertar tudo que foi estragado. Retirar os erros e apostar nos acertos. Talvez algum dia você veja que o meu sentimento nunca foi uma farsa. Talvez algum dia você volte sentindo a minha falta e me peça para recomeçar. Mas o destino pode mudar também, podemos nunca mais se falar ou se reconhecer, e tudo vai cair no esquecimento. O futuro pode está nos preparando algo bom, ou ruim, não sei. Mesmo com você ausente, carrego você comigo em meus pensamentos. A vida é engraçada, apostamos no errado e duvidamos do certo, temos escolhas bizarras e nos arrependemos. Hoje não te tenho mais, até aceitei um pouco o fato de você ter fugido tão depressa de mim. Não sei se alguém já ocupa o meu antigo espaço na sua vida, se tudo foi jogado no lixo.  Mas quem sabe o tempo não me traga novas respostas, esperanças e novos amores -  que durem. Que a gente perdeu a chance de sermos felizes.  Que a gente podia ter tentado mais. Que a gente podia ter arriscado mais. Que a gente tinha tudo para dar certo, mas você optou por ir embora.



comentário(s) pelo facebook:

16 comentários

  1. Bem legal o texto. Parabéns!
    Continue praticando :)
    Bjs
    http://www.mulherzinhassa.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Uauuu! As decepções amorosas sempre nos deixam inspiradas...Parabéns pelo texto!
    www.caprichoseleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amo escrever (e ler) textos sobre saudades, principalmente porque, mesmo quando são fictícios, eles sempre têm um toque de sinceridade, já que abordam um sentimento que todos nós já sentimos pelo menos uma vez na vida. Seu texto ficou lindo e você escreve de um jeito incrível. Meus parabéns!

    Beijinhos e boa noite :)
    www.julietaemparis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilly, fico muito feliz pela sua visita no meu blog e mais feliz ainda por ter gostado do texto. Verdade, por mais que ele seja fictício, sempre tem um toque de verdade. Obrigada lindaa! Beijos <3

      Excluir
  4. "Mesmo com você ausente, carrego você comigo em meus pensamentos."
    Uau! Que texto lindo! Confesso que deu até uma vontade básica de chorar, sério mesmo haha Parabéns, você escreve muito bem!

    Beijos
    http://estiloquinze.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amei!, se tem uma coisa que eu realmente gosto são textos... Sou apaixonado e adoro ficar lendo e lendo... Parabéns!

    Http://harlleyb.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico feliz que tenha gostado.
      Beijos <3

      Excluir
  6. gnt que lindo
    adorei seu texto e infelizmente é assim as vezes um sentimento/relacionamento é mais verdadeiro pra uma pessoa do que pra outra faz parte da vida
    um dia se encontra algo verdadeiro e que dure e se naoa contecer
    antes só do que sufrer de nao amor pro resto da vida né?

    www.meumuraldeideias.com

    ResponderExcluir
  7. Que texto lindo! Quando sentimos falta de alguém, é difícil apagar todos os momentos vividos :(

    ResponderExcluir
  8. Caraca Bia, parece que fui eu quem escreveu esse texto! Maravilhoso mesmo! Acabei de conhecer seu blog e já me apaixonei, estarei sempre de olho agora ♥

    http://centelhasdeamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nathalia.. Fico muito feliz que tenha gostado <3
      Volte sempree, beijos!

      Excluir



Image Map